BS’D

Como ganhar uma parte no Olam Habah?

Talmud Bavli Sanhedrin 90a – Á princípio, todos os judeus terão a vida no Olam Habah. Conforme expressa a Mishnah:

כל ישראל יש להם חלק לעולם הבא.

Todo Israel terá uma parte no Mundo Vindouro.

O tamanho exato desta “parte” depende essencialmente da nossa conexão com a Torá e Mitsvot e o grau em que conseguiremos aperfeiçoar a nossa personalidade e ajudar os outros.

 

A partir do cumprimento das Mitsvot.

As mitzvot são os meios através dos quais podemos imitar D’us, desenvolver e aperfeiçoar nossos traços de caráter, fortalecer a crença judaica e infundir cada ação com um propósito.

Talmud Bavli, Sotah 3b – As mitzvot da pessoa a acompanharão no Mundo Vindouro.

Rabi Yonathan disse: “Se alguém realiza uma Mitzvah neste mundo, que precede o Mundo Vindouro, ela o precederá no Mundo Vindouro, como diz o versículo_” A tua justiça irá adiante de ti “(Yeshayahu / Isaías 58: 8).

Talmud Bavli, Avodá Zarah 4b As Mitzvot vão testemunhar em nosso favor no Mundo Vindouro.

Rabi Yehoshua ben Levi disse: “Todas as Mitzvot que o povo judeu faz neste mundo irá testemunhar por eles no Mundo Vindouro.”

Rabi Yossef Albo, Sefer HaIkarim 04:40 – O cumprimento das mitzvot, ao contrário de qualquer outro sistema jurídico, oferece a vida eterna.

“os Meus estatutos e os Meus juízos guardareis; os quais, observando-os o homem, viverá por eles “[Vayikra / Levítico 18: 5]. Sem dúvida isto refere-se á recompensa espiritual que cada pessoa receberá, como segue: D’us ordenou cada pessoa a cumprir os seus estatutos, mesmo que isso signifique mais esforço do que para cumprir com as leis da terra do Egito ou Canaan [e, também, mais difíceis do que a lei secular moderna].

Embora as leis do Egito e Canaã alcançam com êxito manter estas sociedades, no entanto elas não oferecem ao indivíduo a vida, a verdadeira existência eterna da alma, tal como as leis da Torah. Isso se refere à quando Ele diz: “os Meus estatutos e os Meus juízos guardareis …”. Isto significa que você deve ser sempre atento, mesmo quando é algo difícil de fazer, porque eles têm uma força adicional que não é encontrado em qualquer outro sistema legal, porque [além de beneficiar a sociedade] eles também beneficiam o indivíduo para dar a vida no Mundo Vindouro . Isso se refere à quando Ele diz: “observando-os o homem, viverá por eles.” que não acontece com qualquer outro sistema legal.

 

Estudando a Torah

Pirkei Avot 2: 7 – O esforço no estudo da Torá é recompensado no Mundo Vindouro.

Se uma pessoa adquire um bom nome, faz para si [ou seja, ele goza neste mundo – Tosafot Yom Tov]. Mas se ela adquire Torah, adquire vida no Mundo Vindouro.

Talmud Bavli, Nidah 73a – Estudo de Torah  garante um lugar no Mundo Vindouro. 

Ensinaram na casa de Eliyahu: Uma pessoa que estuda uma Lei da Torá a cada dia é garantido à ele um lugar no Mundo Vindouro, como diz o versículo: “Os caminhos do mundo são Seus” [Chabakuk 3: 6]. Não leia halikhot (caminhos), mas sim Halachot (leis).

Talmud Bavli, Chagigah 12b – D’us é gentil com aqueles que estudaram Torah.

Reish Lakish disse: “Com cada pessoa que se dedica a estudar a Torah neste mundo, que se assemelha à noite, D’us irá tratá-lo com bondade no Mundo Vindouro, que é semelhante ao dia, como diz o versículo “Possa, durante o dia, derramar o Eterno Seu carinhoso desvelo, para que, à noite, eu Lhe eleve uma canção” [Tehilim / Salmos 42: 9].

Talmud Bavli, Baba Metzia 85b – Aqueles que se esforçam no estudo da Torah experimentarão a liberdade no Mundo Vindouro.

O que significa: “pequenos e grandes estão lá [no Mundo Vindouro] iguais, e o servo está livre de seu senhor” [Iov / Jó 03:19]?

Isso significa que quem se torna humilde [lit. ele se faz pequeno] neste mundo em nome da Torah, ele será grande no outro mundo; e quem se torna um servo no estudo da Torah neste mundo, estará livre no próximo.

Talmud Bavli, Sanhedrin 92a – Quem ensina Torah neste mundo também ensinará  no próximo.

Rav Sheshet disse: “Quem ensina Torá neste mundo também têm o mérito de ensinar no Mundo Vindouro.”

Talmud Bavli, Eruvin 54b – Quem ensina Torah com dedicação, preocupa-se com seus alunos e tem paciência infinita tem um lugar no Mundo Vindouro. 

Rav Preida tinha um aluno que teve de repetir a lição quatrocentas vezes para que ele conseguisse compreendê-lo.

Um dia, Rav Preida estava com pressa para ir cumprir uma mitzvah [imediatamente depois da aula]. Rav Preida ensinou [quatrocentas vezes], mas o estudante não conseguia entender. Ele perguntou: “Por hoje é diferente?” O aluno lhe respondeu: “A partir do momento em que você me disse que, em seguida, deveria ir cumprir uma mitzvah depois da aula minha mente ficou confusa e o tempo todo eu fiquei pensando que você sairia a qualquer momento. ” Rabi Preida disse: “Acalme a mente e deixe-me mostrar-lhe novamente.” Ele repetiu a lição outras quatrocentas vezes.

E veio uma voz do céu e disse: Você prefere receber mais quatrocentos anos de vida [como recompensa] ou que você e toda sua geração tenham o mérito do Mundo Vindouro “Ele respondeu:” Que eu e toda a minha geração tenhamos o mérito do Mundo Vindouro “. D’us disse: “Outorguem-lhe ambas [as recompensas].”

 

Atitudes específicas que serão recompensadas no Mundo Vindouro

Talmud Yerushalmi (Talmud de Jerusalém), Peah 1: 1 (3a) – O ato de dar Tsedacá (caridade) é recompensado no Mundo Vindouro.

Rei Munbaz deu todos os seus bens aos pobres. Seus parentes enviaram mensagens dizendo-lhe: “Os seus antepassados aumentaram o que eles tinham, mas você deu o o que era seu e o que pertenceu a seus antepassados.” Ele respondeu: “O que eu fiz é melhor do que o que eles fizeram – eles estocaram na terra, mas eu tenho abastecido no Céu … Meus antepassados armazenavam em reservatórios que não concedem juros; eu coloquei os meus bens em um depósito que fornece juros … Meus antepassados mantinham em um lugar que pode ser roubado, mas eu coloquei em um lugar a partir do qual nada pode ser roubado … Meus antepassados salvaram dinheiro, mas eu salvei vidas … Meus antepassados armazenaram para os outros, mas eu mantive para mim … Meus antepassados mantiveram neste mundo, mas eu mantive-o no Mundo Vindouro. ”

Talmud Bavli, Ketubot 111a – Viver e até mesmo caminhar na Terra de Israel mostra que essa pessoa viverá no Mundo Vindouro.

Rabi Irmia bar Aba disse em nome de Rabi Yohanan: “Quem anda quatro amot (covados) na Terra de Israel é garantido um lugar no Mundo Vindouro.”

 

As boas qualidades

Refinar as qualidades pessoais e tratar os outros com respeito nos leva ao Mundo Vindouro

Talmud Bavli, Tamid 32a, com Rashi – Ser humilde é uma estratégia para ganhar uma parte no Mundo Vindouro.

Ele [Alexandre da Macedônia] perguntou-lhes [a Sábios do Sul], “O que uma pessoa deve fazer para viver [no Mundo Vindouro]?   Eles responderam-lhe: “se matar” [isto é, diminuir sua importância] . “O que uma pessoa deve fazer para morrer?” “Dar a própria vida” “[isto é, glorificando-se e tornar-se arrogante].

Rabbeinu Yonah, Shaarei Teshuvá 2:17 – Mitigar os desejos deste mundo conduz à vida no Mundo Vindouro.

Quão difícil é a morte para a pessoa que não consegue separar os desejos deste mundo de sua alma até que a morte os separa!

No Tratado de Derech Eretz nossos sábios disseram: “Seu desejo é não morrer? Então morra para não morrer.” Isto é, que quem deseja o dia da sua morte isso vai leva-lo à vida eterna. Deve estar ciente, que seu destino é deixar este mundo e seus desejos físicos e, finalmente, despreza-los e rejeitá-los, em seguida, abandoná-los durante a sua vida e tudo que fará neste mundo será apenas para servir a D’us. Em seguida, o dia da sua morte vai leva-lo a uma vida sem fim.

Talmud Bavli, Sanhedrin 88b – A humildade e a modéstia são recompensados no Mundo Vindouro.

Eles mandaram dizer a Israel: “Quem é destinado para o Mundo Vindouro? Aquele que é manso, humilde, inclinando-se em entrar e sair e que constantemente estuda Torah sem reivindicar crédito por isso “.

 Princípios básicos e atitude

 Rambam, Comentário sobre a Mishná, Sanhedrin 10: 1 – A crença nos Treze Princípios de Fé leva que a pessoa seja digna do Mundo Vindouro.

Quando uma pessoa acredita plena e sinceramente em todos os Treze Princípios de Fé, é considerado parte do povo judeu e é obrigado a amá-lo, ter piedade dele e relacionar-se com ele de acordo com todas as Mitsvot que Deus nos ordenou a respeito relações interpessoais de amor e fraternidade e ela tem uma parte no Mundo Vindouro.

 

Os Treze Princípios de Fé de Rambam  – Os Princípios Treze fazem parte da liturgia diária; e cada princípio é precedido pela declaração: “Eu acredito com fé completa que …”

1. … D-us é o Criador de todas as criaturas e as dirige. Só Ele fez, faz e fará tudo.

2. … o Criador é Único. Não há unicidade igual à d’Ele. Só ele é nosso D-us; Ele sempre existiu, existe e existirá.

3. … o Criador não é corpo. Conceitos físicos não se aplicam a Ele. Não há nada que se assemelhe a Ele.

4. … o Criador é o primeiro e o último.

5. … é adequado orar somente ao Criador. Não se dever rezar para ninguém ou nada mais.

6. … todas as palavras dos profetas são autênticas.

7. … a profecia de Moshê Rebênu é verdadeira. Ele foi o mais importante de todos os profetas, antes e depois dele.

8. … toda a Torá que se encontra em nosso poder foi dada a Moshê Rebênu.

9. … esta Torá não será alterada e que nunca haverá outra dada pelo Criador.

10. … o Criador conhece todos os atos e pensamentos do ser humano.

11. … o Criador recompensa aqueles que cumprem Seus preceitos e pune quem os transgride.

12. … na vinda de Mashiach. Mesmo que demore, esperarei por sua vinda a cada dia.

13…. na Ressurreição dos Mortos que ocorrerá quando for do agrado do Criador.

Os não-Judeus

Ao contrário da maioria das outras religiões, o judaísmo não afirma que as pessoas devem converter-se para ter o mérito da vida no Mundo Vindouro. De acordo com Meiri e com Rambam, o caminho que um não-judeu tem para ganhar a sua porção no Mundo Vindouro é cumprir os mandamentos que lhes são relevantes, ou seja, as Sete Leis de Noé.

O Talmud (Sanhedrin 56a) lista essas leis como segue: evitar a blasfêmia, idolatria, adultério, derramamento de sangue, roubar, comer a carne animal dilacerado e ainda vivo; e estabelecer um sistema legal de justiça.

 Talmud Bavli, Avodá Zarah 10b – Um não-judeu que é moralmente correto tem um lugar no mundo vindouro.

Ele [o Imperador Romano Antonino] pediu [a Rabbi  Yehuda Hanasi]: “É certo que eu terei uma parte no Mundo Vindouro?” Ele respondeu: “Sim.” “Mas não afirma o versículo:” Não haverá nenhum remanescente da casa de Esaú “? [Ovadia 1:18] “” Isso significa apenas que alguém que age como Esav “[isto é, alguém que siga os seus maus caminhos].

Rambam, Hilchot Melachim (Leis dos Reis) 08:11 – Um não-judeu deve respeitar as Leis de Noach pelas razões certas.

Qualquer pessoa que aceita e cuidadosamente age em conformidade com as Sete Leis de Noach é considerado um dos gentios justos e tem uma parte no Mundo Vindouro.
Mas isso tem como condição de que concorde em cumprir essas leis porque elas foram ordenados por D’us na Torah e ensinadas por Moshé … mas um não-judeu que segue essas leis só por razões lógicas não está entre os justos das nações ou como um de seus sábios.