בס’ד

Fé, esta palavra muitas das vezes mal interpretada e sua explicação parece movida pela ignorância, e de fato, para os ateus e racionalistas, uma pessoa com fé é um ignorante, pois acredita em coisas que não pode ver nem provar. seria assim conosco? Ter uma fé ignorante?

No Islamismo, assim como no Cristianismo, tem uma relação com as “obras”, ações, em ambos, a fé carece de atitudes constantes para sua manutenção. No Cristianismo, por sua vez, a fé “ a fé é a certeza daquilo que esperam e a prova das coisas que não veem”, culminando como resposta quase que pronta para todas as perguntas inexplicáveis ou desconhecidas que se façam.

Mas e conosco? como funciona nossa fé?

Emunah (אמונה) que é a palavra hebraica para fé tem como raíz,  a palavra AMÉN (אמן) a qual temos que responder a cada vez que ouvimos uma Brachá. Amén, tem como significado “verdade” ou “isto é verdade”. Logo, nossa Fé, tem uma ligação intrínseca com o palpável, o real, o constatável, a verdade. Verdade tal, que indiferente de crermos ou não, de praticarmos ou não, em nada mudará sua existência.
Nossa fé então não é em algo que precisamos reafirmar constantemente. Por exemplo, eu não acordo todo dia e digo, eu sou brasileiro ou eu nasci dia “X de tal ano” porque são fatos reais e que não necessitam de afirmação constante, para nós uma mentira dita mais de mil vezes continua sendo uma mentira, e uma verdade ainda que ninguém creia nela, se mantem verdade. Nossa fé é completa, indubitável, por ser constatada por fatos históricos. 

A palavra אמן Amén, é formada por três letras, que são as iniciais para a frase
אל מלך נאמן  D-us é um Rei Fiel. Entendemos que esta fidelidade se manifesta em manutenção diária de nossa existência. Que a providência Divina é fator chave para a comprovação de nossa crença. Expressa por vezes em máximas como “Gam Zu leTovah”, ou seja, que todas as coisas que nos ocorrem estão sob controle do Criador.

A própria revelação da divindade ao povo de Israel, não é motivada por algo não constatável, mas algo real e perceptível:

“Eu sou o H”S teu D-us, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão”

Após tirar o povo de Israel do Egito, após tantos milagres e maravilhas Ele poderia ter dito que havia criado o universo, o mundo, os planetas e o que bem entendesse, que certamente ficaria registrado como absoluta verdade, mas, em Sua imensa sabedoria Ele diz: “Sabem estas coisas que vocês passaram estes últimos dias? Fui Eu quem causei!” Nossa fé portanto é comprovada diariamente, assim como foi no Egito. Assim como HKB”H conduziu a história para manter vivo Seu povo e em cumprimento histórico das palavras dos profetas, nos devolveu em nossa terra. De novo Ele, e não outro, nos trouxe novamente a Israel.

Agora podemos entender, como o grande e famoso Rabbi Moshé ben Maimon, Rambam, conhecido por ser totalmente racionalista pôde declarar nos 13 Princípios da fé Judaica a sentença “Eu creio com fé completa” ,  pois nossa fé é clara como o dia e certa como a noite.

Os 13 Princípios da Fé Judaica

  1. Creio com plena fé que D’us é o Criador de todas as criaturas e as dirige. Só Ele fez, faz e fará tudo.
  2. Creio com plena fé que o Criador é Único. Não há unicidade igual à d’Ele. Só ele é nosso D’us; Ele sempre existiu, existe e existirá.
  3. Creio com plena fé que o Criador não possui um corpo. Conceitos físicos não se aplicam a Ele.  Não há nada que se assemelhe a Ele.
  4. Creio com plena fé que o Criador é o primeiro e o último.
  5. Creio com plena fé ser adequado orar somente ao Criador. Não se deve rezar para ninguém ou nada mais.
  6. Creio com plena fé que todas as palavras dos profetas são autênticas.
  7. Creio com plena fé que a profecia de Moshé Rabenu é verdadeira. Ele foi o mais importante de todos os profetas, antes e depois dele.
  8. Creio com plena fé que toda a Torá que se encontra em nosso poder foi dada a Moshé Rabenu.
  9. Creio com plena fé que esta Torá não será alterada, e que nunca haverá outra dada pelo Criador.
  10. Creio com plena fé que o Criador conhece todos os atos e pensamentos do ser humano. Como está escrito (Salmos, 33:15), “Ele analisa os corações de todos e perscruta todas as suas obras.
  11. Creio com plena fé que o Criador recompensa aqueles que cumprem Seus preceitos e pune quem os transgride.
  12. Creio com plena fé na vinda de Mashiach. Mesmo que demore, esperarei por sua vinda a cada dia.
  13. Creio com plena fé na Ressurreição dos Mortos que ocorrerá quando for do agrado do Criador.

 

Rav Y. Lopes